Sejam bem vindas e bem vindos para conversa regada a uma boa xícara de chá.Qual o seu preferido?


quinta-feira

One baby is comming and a grandma I will becoming...

Serei avó!
Em três dias...
Bebê com hora marcada...

Nasci e cresci num local onde os parentes tinham seus papeis bem definidos. E um deles o de avó era um bem concreto e um tanto lúdico.

Avó era um ser que é a mãe da sua mãe ou do seu pai. (dã)
Em geral com voz mansa, mãos seguras e sempre com algum agradinho alí na manga..rsrsr
Lembro de minha avó materna, fazendo doce de coco e servindo o quitute em folhas de bananeira. Não havia doce melhor no mundo! E o detalhe da folha da bananeira era a "cereja do bolo". Conferia um sabor a mais.
As avós das minhas amigas, tricotavam, sabiam chás diversos. E outros mistérios da vida. Também,assim como a minha avó, expert em contar histórias.

Aqui no Ceará, conheci outra realidade de avós. Avós que criam seus netos, porque as mães de forma velada ou explícita abandonaram seus filhos. Avós que pedem para criar os netos... porque tem saudades de criar filhos...

E foi nessa realidade, que hoje é "natural" as pessoas ao me abordarem sobre a nova condição de SER/TORNAR-SE AVÓ, vinham de certa forma me cobrar!

Aos 48 anos estou na segunda graduação e moro em outra cidade. E as pessoas vinham implicitamente dizer que eu deixaria TUDO para poder exercer meu papel de avó! (aquela..que descrevi na segunda tipologia de avós...) OOOIII???? como assim cara pálida???

NÃO! ENE Á Ó TIL: N - Ã - 0!!! Eu não vou para um segundo da minha vida para cuidar de alguém que não sou responsável!

Vale o ditado: Quem pariu Mateus que o embale!!!

Recado dado vamos a outro momento sobre o tema.

-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x

Ser avó é, ter um bebê que de certa forma é seu, mas que não te pertence!!!

( ou seria o contrário?)

Eu já falei em algum post sobre como eu via a condição de avó. Que a minha referência era de mulheres bem vestidas, com brincos de pedras enormes, bolsinha no pulso e vestidos muito bem cortados. E que eu me via mais como Jane Fonda, vovó fitness.

Como somos o resultado do (dos) meio (s), digo que serei a vovó fitness que faz doces enfeitiçados...

Seja bem vindo Pedro Anthony !

sábado

Sobre o sol,sobre a chuva e sobre ser feliz

Sem internet em casa e na verdade sem o computador funcionando, feito o que deveria ser uma constante, intermediando entre navegação e leitura das muitas coisas que tenho guardado. Se tenho guardado é porque um dia iria querer ler novamente. E estou lendo agora já que me oponho a ter uma televisão em casa,já que não posso pagar TV fechada. Na revista Bons Fluidos a matéria falava sobre como administrar sua vida financeira e no começo da matéria dizia assim”... Ninguém se sente lá muito a vontade para falar de questões financeiras. Mas elas estão ali,fechadas em uma sala, em pleno fim de semana exatamente porque querem aprender a lidar melhor com isso.”
Por que as pessoas atribuem somente aos dias ensolarados a possibilidade de ser feliz? Por que acham que só em dias de sol é que coisas boas podem acontecer? Qual o problema com os dias nublados? Qual o problema com os dias chuvosos?
Bem antes das cidades alagadas por conta de falta de ordenamento urbano já se tinha essa indisposição com os dias de chuva. Ou ainda com os dias de frio.
Como observadora e fã da natureza em  todas suas matizes,sempre gostei de todos os dias,mais de uns (dias nublados e chuvosos) do que de outros. Preferir dias que pedem um chá quente ou um aveluddo chocolate talvez até com alguma bebida alcoólica, não me deixaram de apreciar o sol penetrando meus poros,iluminando a todos lados ou ficar feliz por sentir a cidade mais perfumada e com uma explosão,como expressa a palavra em inglês “awesome”,de cores inebriantes...awesome.
Quando se está feliz não há condições para sê-lo. É-se!

E porque não,ser feliz em cada oportunidade de vida que se tem? Nos dias de sol,beber uma bebida geladinha,refrescante, comer uma salada de fruta, uma salada de folhas com um molho leve de azeite com alguma erva mentolada (endro,hortelã), na primavera,poder colher mais flores que em todas as outras épocas do ano, no outono,aproveitar aqueles momentos que já pedem mais sopa,mais comida quente,começar um momento de mais introspecção,de agradecer pelas coisas conquistadas já em meio ano? E enfim no inverno...as comidas mais gordurosas para manter o corpo aquecido, os bate papos com a família ou amigos em reuniões mais íntimas, com mais afeto. Sim o inverno promove mais afeto,mais aconchego. 
Mais reflexão do que se conquistou,balanços,para quando o sol voltar a arder e nos incentivar a de novo,atitudes mais leves,com mais liberdade,já que as roupas agora são mais leves,mais frescas com mais mobilidade...e os ciclos se renovam...e a roda da vida gira.Por que não apreciar todos os dias, todas as manifestações da natureza? Sim,sempre teremos a ou as mais queridas...mas porque sentenciar como inoportuna uma e valorizar só outra?


quarta-feira

Machismo,violência sexual,violência doméstica...nasce onde? no útero???

É o machismo ainda é forte aqui no Ceará, ví em dois perfis os pais anunciando que o bebê que está para nascer é menino,e após o anuncio vem o bordão alusivo a ter cuidado, que as meninas tenham cuidado,no sentido claro de que vem mais um homem e ele como todo bom homem deve ser tem que ser um fudedor. Mas claro,que não no sentido de um homem que copula ou para procriar ou para prazer. Mas sim no sentido que ele fode no pior sentido: se as meninas não forem protegidas e/ou orientadas ele vai pegá-las vai fudê-las e deixá-las com a marca de que foram usadas,somente serviram a eles como objeto de desPEJO de esperma.Nada mais. E se o esperma vingar numa gravidez..quem se importa??? afinal ele é um FUDEDOR. E um fudedor totalmente amparado pelo pai e pela mãe,que deveria,como mulher de uma nova era,ensinar ao seu filho homem que ele deve respeitar as mulheres,afinal ele saiu de uma,foi cuidado por uma! Triste...mas ví esse tom no mural de um amigo e de uma amiga de Facebook , que vão ser pai e mãe de meninos (eles não são casal,são duas pessoas independentes). A se refletir o que você tem defendido se é o mesmo que vc tem discursado. BOM DIA FACERS! Mais uma reflexão...quem sabe se a violência doméstica não começa no útero da mãe,quando os pais alardeiam todos felizes o sexo do bebê: "È um menino!! Cuidem de suas meninas!"

segunda-feira

E se... (conjecturas nonsense,não tão nonsense assim...)


Um assunto que tem me deixado incomodada é essa dependência quase que total das indústrias...TODAS. E a que me preocupa mais é da alimentícia. No meio de tantas teorias da consPIRAÇÃO, tem que logo o planeta entrará em colapso. E eu digo, quem tem muito dinheiro não vai sentir nem cócegas, a eles tudo é assegurado. Isso me lembra o filme 2012 onde só os milhardários é que tinha condições de comprar lugar nas arcas.

O mundo na sua gigantesca voracidade por "progresso" perdeu o senso, perdeu os valores, engoliu outras formas de ser e fazer,tudo em nome da civilização. 

"EU TRABALHO PARA PAGAR ALGUÉM PARA FAZER PARA MIM"

Até onde isso faz sentido? o que as pessoas fazem com esse tempo livre? o que as pessoas passaram afazer com esse tempo livre? ...internet...redes sociais... Nem vou entrar nesse mérito.

Eu acho que as pessoa tem uma falsa sensação de estar dando tudo certo quando ela pode pagar para alguém extrair o suco da laranja ou outra fruta,armazenar, envasar e dispor nas prateleiras do mercado...
Tá eu sei... nem todo mundo gosta de ver o sangue da carne,então prefere ir lá na gôndola e comprar a porção já "limpinha" (mas se não gosta...por que come a carne? - Tá eu estou implicando com os onívoros sim!)
Nem todo mundo sabe costurar uma roupa!!! É fato! Mas e espremer uma laranja? 

Uma criança não sabe!! ÊEEE. 
Mas uma criança não vai ao mercado comprar. Êêêê!

Enrolações à parte. O incômodo continua. 
O que quero dizer é que havendo um colapso na indústria e não precisa ser assim tudo ao mesmo tempo,como faremos? quantos sabem fazer um pão? mas a farinha ainda é industrializada...
Se a companhia de água cessar o fornecimento,quantos tem poço em casa? apartamento? oi? Ok,na área rural,é mais fácil ter um.
E se a companhia de energia... tem pessoas doentes que dependem de aparelhos ligados 24 horas...
E se pararem de produzir fralda descartável,como as novas mães farão? elas não compram mais fraldas de pano!!
E se a indústria da ração parar? Quantos iriam caçar um animal para fazer a comida de seu cão ou gato? Na área urbana...seria gato para ser janta de cachorro e cachorro para ser almoço de gato? Quem cria cobra já cria ratos! As cobras nem sentirão a parada das indústrias.

domingo

Ainda sobre o dia mundial da alimentação

O que posso dizer sobre o ainda dia mundial da alimentação que agora falam em evitar o desperdício. O hóspede brasileiro é em 99% o mais nojento que existe. 
Quando trabalhei na hotelaria no litoral leste do estado do Ceará, em hotel que adotava o sistema all inclusive, iam kilos e mais kilos de comida jogada todos dias ao fim das refeições. Enchiam o prato como se fosse estivadores (estivadores são trabalhadores do cai,que são conhecidos por comerem muitos mesmo,prato cheio e tipo montanha). Enchiam seus pratos,enchiam os pratos das crianças,se serviam novamente,depois de já terem comido bem e nesse novamente era como se fosse a primeira vez. 
Já os estrangeiros,principalmente os europeus... sobrava comida no buffet. Tanto que que iam sobremesas não servidas,para o refeitório dos funcionários. Não ficavam se servindo de TODASSSS sobremesas oferecidas. Se serviam desdo os pratos quentes a sobremesa,de forma lúcida, honesta,consciente. Voltando ao hóspede brasileiro:na hora da saída, abriam todas as garrafas de água e refrigerante e cerveja e deixavam no frigobar mesmo,como quem diz: Paguei por tudo então desperdiço. O mundo não tem jeito gente...acorda!

Eu economizo sim,por tenho amor ao meu dinheiro e economizando posso reverter para outras ações, mas no geral, nos dizem o que fazer...mas...as propagandas enganosas da indústria alimentícia (e na verdade todas as indústrias) nos seduzem a gastar desmesuradamente. 

Então o foco seria, a proibição das propagandas enganosas,tendenciosas,manipuladoras. Dois exemplos: a pasta para dente: não precisa colocar pasta ao longo de todas cerdas; a comida pro gato,na propaganda da Whiskas,colocam um prato uma montanha do sachê.

terça-feira

Como e porque evitar o desperdício de comida

Lí essa matéria agora aqui no site da Bons Fluidos que fala sobre todo o impacto do desperdício de alimentos conforme dados da FAO. De quanto se poderia alimentar milhões de pessoas que passam fome, fala ainda sobre alternativas que empresas encontraram para driblar o desperdício feito por funcionários. 
O fato sobre isso é: o mundo não tem jeito, são ações que resolvem pontualmente o problema,mas nunca será abraçado como causa mundial. E o povo vai continuar a comer mal,mesmo quando compra muito, pessoas vão continuar morrendo de inanição e eu,vou continuar a cuidar dos meus,pesquisando mais e aplicando o conhecimento adquirido.
Por que vai ser assim? 
Primeiro: é a maldita indústria do marketing que  ganha milhões para dar bilhões a seus clientes. E há um virus que contamina quem tem dinheiro. Querem sempre mais, até explodir de não ter nem o que comprar ou inventar com o que gastar.

Segundo: o ser humano em sua imundice de valores deturpados,caem como patinho conscientes de que estão fazendo as escolhas erradas. Procrastinam em mudar hábitos.
Depois reclamam que estão doentes.
Ora meu senhor, ora minha senhora, já diz o ditado: o peixe morre pela boca...

Terceiro:Não passarei 100 anos nesse plano,quer saber vou cuidar de mim e dos poucos a volta que quiserem também!

segunda-feira

Desapegar,desacelerar,simplificar


Fala do movimento natural que está acontecendo das pessoas buscarem o menos, o mais simples, abrindo mão de vida suntuosa,correndo desesperadas pelos "status" de poder financeiro. E que as mulher tanto explicam & justificam para apaziguar suas crises de Tensão Pré Menstrual, consumo desenfreado e descabido.

Faz tempo que percebi isso,que ter dinheiro não trás felicidade no sentido de tenho que ter muito para poder adquirir muito mais. NÃO!!!
Tenho que ter,sim... o suficiente para me garantir confortos.
Sempre fui na contra-mão das coisas. Enquanto o povo lia os best-sellers, eu ía ler outra coisa esquecida lá no fundo da livraria. Enquanto íam nos barzinhos da moda eu ía procurar uma delicatessen mais perdida entre as ruas laterais e não podia reclamar do bom serviço.
Já comprei sim algo caro...talvez além do valor mesmo que merecesse,mas comprei-o porque quis,porque me disse que eu não acharia fácil em outro lugar e talvez com um preço melhor. Então comprei-o-o.

Na matéria fala das pessoas que podem possuir uma condução própria abrindo mão disso,usam ônibus.
A se pensar...por exemplo no Rio de janeiro, onde estupraram uma menina de 12 anos... ou ainda aquela quadrilha que rendeu a estrangeira e seu namorado...

Ou ainda em Fortaleza onde toda hora uma van é assaltada! 

Olha...poético...bucólico,caminhar pela rua... em muitas cidades brasileiras não dá mais para fazer isso. Quando se faz é sob tensão! Se anda porque é o jeito...

Na matéria também menciona o abrir mão de energia elétrica e internet...
cada qual com suas necessidades...
Acho super válido procurar alternativas de fornecimento de energia,não ficar dependente de algo que pode entrar em colapso por falta de administração séria e só privilegiar,num caos gigantesco,só os milionários do país.
Duvida que isso não aconteceria?...

Fala ainda de pessoas que estão revendo o valor de comprar muita roupa e acessórios.

Acho que deveria ter sim um movimento até meio que alienatório, para se ter dinheiro para custear sua velhice. Ter dinheiro para pagar a consulta médica,os exames e alguma internação. Porque apostar em Plano de Saúde,de novo você estará se confiando no outro, na administração de outros que de novo terão sua cartela de privilegiados.

Alimentação

Uma boa forma de dar manutenção à sua saúde. Talvez uma hora vire moda isso também. Orientação todos tem. Todos médicos,sejam do SUS, seja o particular,seja na revista semanal voltada para as donas de casa, seja na internet,nas matérias vapt-vupt da televisão seja aberta ou fechada, falam sim:
PAREM DE CONSUMIR COMIDA INDUSTRIALIZADA,FAST FOOD, EMBUTIDOS. BEBAM ÁGUA. PRATIQUEM ALGUMA ATIVIDADE FÍSICA.
Mas não...

(e nem vou tocar no assunto vegetarianismo...)

O ser humano é muito dual mesmo. Ele tem um instinto de sobrevivência muito forte, nas horas de stresse total,perigo iminente,ele consegue forçar,atitudes nunca pensadas...
mas ao mesmo tempo se mata em doses homeopáticas...
fuma,bebe demais,come coisas que todos sabem que faz mal, não dorme bem, não troca o colchão, mas troca a TV X pela Y+megaplus, e uma lista enorme de coisas podem serem adicionadas aqui neste post.

Sei que tenho cuidado de mim. Sinto muito pelos que não fazem. 
Uso meu perfil do Facebook para levantar as bandeiras do vegetarianismo/veganismo, faço minha parte em levar conhecimento. 
E também estou sem paciência para ouvir o rosário de mazelas das pessoas que sei que não se cuidam. Então quando virem reclamar disso ou daquilo, farei ouvidos de mercador e no máximo com muito sarcasmos direi : você é o resultado do que você come e da vida que leva.

Ficar pensando que tem que trocar o notebook do filho universitário...viver com essa pressão interna de manter ou elevar status com certeza também faz muito mal.

Dica do dia/semana/semestre...vida toda: desapega!!!!




terça-feira

Angelina Jolie, porque polemizar é para os fracos...



Falar de Angelina Jolie e não associar a uma polêmica é quase impossível. E hoje pipoca nas redes sociais, portais de notícias e sites diversos a mais recente. Angelina Jolie declarou ao New York Times que fez uma dupla mastectomia voluntária! Ou seja ela amputou, retirou os seios sem necessidade. E é claro depois os reconstituiu com os últimos avanços da medicina nessa área.

 Para entender melhor. Sua mãe a atriz e modelo Marcheline Bertrand faleceu aos 56 anos de câncer. E Angelina se submeteu a um rastreamento de células cancerígenas possíveis a serem desenvolvidas. Segue parte do texto do site TPM :
              " Através de exames, Angelina descobriu que carrega um gene "defeituoso", o BRCA1, que  aumenta drasticamente seu risco de desenvolver câncer de mama e câncer de ovário, e que no seu caso, as chances eram de 87% para câncer de mama e 50% de ovário. "

  Ela compartilhou sua experiência no intuito de mostrar a possibilidade de se evitar o câncer de mama. Porém assusta sim, a primeiro momento o procedimento. Uma amputação, a priori sem necessidade,já que não foi diagnosticado câncer. Mas ai vem a reflexão, até onde uma mulher está predisposta a prevenir essa doença? Até onde vai começar uma corrida desenfreada e "justificada" par essa mutilação? Porque a indústria do silicone é aquecedíssima,mas até então é visando a estética. Comecará um levante de mulheres corajosas, já que haverá uma justificativa plausível de prevenção, e enfim decidirem pelo procedimento que  ainda dá de prêmio um lindo par de silicone?

Só o exame nos Estados Unidos custa em torno de três mil dólares. Fora o procedimento de retirada de todo tecido mamário e depois o implante do silicone!

 Como falei no início do post,falar de Angelina Jolie e não fazer alguma associação a polêmica é quase impossível. Mas sob todos os protestos seja de qual linha de pensamento você for (sim,ela já provocou de muitas maneiras) essa polêmica dela assumir e contar com detalhes como tudo aconteceu com certeza,é mais um bandeira que essa mulher estupenda vai levantar: o do DIREITO das mulheres terem acesso a esse tipo de exame.

Coragem é pouco! Porque por silicone ...é banal...mas esse procedimento todo...

E você, faria a retirada de algum possível órgão que poderia vir a desenvolver câncer?

Aqui, o texto na íntegra do site do New York Times.






No dia do tributo a mãe

Video do tributo feito por ela e o irmão para Marcheline Bertrand